domingo, 13 de maio de 2012

Preciso


Desde que olhei nos seus olhos não há como dizer adeus,
Encontrei a paz no teu calor e acostumei com os beijos seus,
Sorri com teu sorriso, minha alma descansou na sua,
Sem você sou como um andarilho, sem rumo, pela rua,
A saudade me sufoca, parece que preciso de você para respirar,
Meu coração escolheu o teu, é um fato que não há como negar,
Podemos ser um só basta você acreditar e não desistir de nós,
O tempo já foi cruel uma vez, não deixe ele de novo nos maltratar,
Preciso dos teus braços, preciso seguir teus passos, preciso de você.

Nenhum comentário: