quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Que bom que tenho você

O sol não era quente o suficiente,
A lua não tinha beleza, não iluminava,
O álcool era companheiro, mas não bastava,
Ninguém no mundo realmente me completava,
Você apareceu tão linda que me enfeitiçou,
Claramente era quem eu esperava,

Hoje não preciso do calor do sol, pois tenho você,
Perto de dos seus olhos a lua ficou até sem luz, sem cor,
Já não preciso de álcool, estou embriagado com teu amor,
Dei-te meu amor e você deixou minha alma repleta,
Agora não há amargura, não há dor, só paixão e calma,
Que bom que tenho você, que bom que você me tem,
Fazer-te feliz é minha missão e o que dá paz ao meu coração.

Nenhum comentário: