terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Imensidão

O infinito do dos seus olhos, o mar do amor,
A imensidão do céu, tudo isso fica minúsculo,
Diante do valor que um sorriso teu representa,
Diante de ti fico fraco não movo um músculo,
A sensação de prazer, quando dor se ausenta
Mostrar-te o instante em que meu coração sorriu,
Onde a alegria desperta, e a tristeza já partiu,

A energia de cada momento ao teu lado,
A magia da felicidade que encontramos,
Completa os dias incertos, e os de chuva,
Faz o sol resplandecer, e minha mente viajar.
Meu corpo deseja o teu, e eu só sei te amar
Viajo para teu lado, a distancia não existe,
Chego e no teu beijo deliro, te acaricio, expulso a dor,

A perfeição do teu olhar quase me assusta,
Queria poder te mostrar a imensidão do meu amor,
Mais não é possível, o infinito é a palavra mais próxima,
O amor não se mede, se vive, isso é fato,
Fato também que já não vivo sem tua presença,
Qualquer ínfima distancia sem você se torna imensa,
Encontrei minha fonte de amor nos teus braços.

3 comentários:

macaco disse...

Mto interessante seu blog, manin!! Mto, mto!!!

GiselleXL disse...

ahh..
o amor..
;)
to entrando nessa vibe de versinhos de/para amor..

hahaha

Gabriel Fiorini disse...

Cara, não acredito que encontrei um blogueiro do Acre rsrs....

Passarei a ler se blog com frequência.... vivo falando do Acre no meu blog rsrsr quem sabe possamos ocnversar.

Abraços