segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Estarei aqui...

Vou estar aqui quando você precisar,
Quando o mundo inteiro disse que não,
Aqui eu vou estar pra te aconselhar,
Quando todos disserem que as alternativas cessaram,
Serei o único a encontrar uma saída,
E sairemos juntos,
Quando o céu estiver escuro, e o sol já não mais sair,
Aqui estarei pra te trazer o sol, a luz,
Quando não tiver mais caminhos, quando estiver perdida,
Vou te dizer pra onde ir,
Sou teu guia, o teu anjo,
O teu príncipe das historias de contos de fadas,
Aquele que sempre chega nas horas mais incertas,
Que sempre vai te salvar dos dragões e das bruxas,
Serei teu cavaleiro errante, e você minha doce dulcinéia,
Jamais se entregue, seja qual for a luta,
Se teu inimigo te surpreender,
Se ele de alguma maneira tentar ser mais forte,
Chame meu nome, grite-o com força,
E se já não tiver forças pra gritar,
Apenas sussurre, chame-me apenas de amor,
Que eu ouvirei, por mais que a distancia seja infinita,
Não há barreiras, em segundos estarei do seu lado,
Enxugarei teu pranto, cessarei tua dor,
E com um doce beijo, selarei o nosso amor,

Afastarei toda e qualquer dor,
E seja ela qual for,
O medo não existe na minha alma,
O teu amor, que me fortalece,
Que deixa-me quase invencível,
E essa força inimaginável, essa luz radiante, só contigo usarei,
Pra te proteger de todo mal e te guiar,
Para sempre te ter ao meu lado, e te amar

Um comentário:

Lidianne disse...

Nossa...que poeta!
Putzz, quase choro!!!
lindu!
Bjus!