quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Vazio cheio de solidão.

Quando penso nos seus olhos,
Alegria visceral,
Desejo animal, de bem querer,
De perto estar, em seu corpo morar,
O ímpeto de gritar seu nome,
Quem sabe assim você venha,
Mate minha fome,
Alimentar-se de você, sentir-te minha,
Talvez assim a saudade cesse,
Mais não, doce ilusão,
Sempre grito em vão,
Longe você está, E aqui esta cheio,
De solidão, de lágrimas ácidas,
Tristes, Quase apocalípticas,
Só quando teus lábios, os meus tocarem,
Teu corpo e o meu se encontrarem,
Todos os receios morrerão,
O desejo e luxúria transcendem,
Não haverá medo nem saudade,
Poderei gritar que você é minha vida,
Que sem você não há mais saída,
Ou simplesmente sussurrar que te amo,
Que agora não há mais engano,
Que nada mais me dá medo,
E o vazio não voltará tão cedo,

2 comentários:

Yasmin disse...

Meu anjinho da guarda! ^^

vc me alimenta a alma ...

=*

kilrio disse...

oooooooooooooooooooo
q bunitiiiiiiiim
vamu bebeeeeeeeeeeer