quarta-feira, 7 de novembro de 2007

O caminho ideal

A chuva molha os teus cabelos, e depois percorre o caminho ideal,
Percorre seu corpo, esquadrinhando cada centímetro desse desenho perfeito,
Desenho cobiçado, arma usada até para matar, quiçá para amar,
Desejo percorrer o mesmo caminho, e como um passarinho provar teu néctar,
Espalhar meu amor, ressurgir das entranhas esse sentimento guardado,
Me organizo em simetria contigo, e nesse jogo, não haverá perdedores,
A não ser a perca natural de fluidos, internos, externos, guardados ou não,
Quero sentir cada momento para que guardado em minha lembrança,
Eles prevaleçam em nos, em mim, no mundo, pois não guardarei segredo,
Esse amor é publico é notório, amor platônico idealizado e realizado sem planos,
Não houve mal algum, não houve sofrimento, nem muito menos vai haver,
Estamos aquém de tudo isso, e alem de qualquer sentimento mundano,
Só o celestial o quase inatingível, o exctasy perfeito e tão sonhado por muitos,
Que encontramos sem o menor esforço, os pensamentos já o fazem por si só,
E quando caímos em consciência, já estamos quase em transe,
Nosso amor é quase espiritual, mais verdadeiro, posto que é carnal,
O que fazer então?
Esta pergunta já não cabe, assim como não cabem respostas,
Tudo já foi respondido, tudo já foi executado, não há mais nada a fazer,
Falar, convencer, escutar, jogar, correr, morrer, cair, sofrer, fugir ou procurar,
O único verbo conjugado por nós daqui por diante, é o AMAR*...

*EM TODOS OS SENTIDOS QUE A PALAVRA REPRESENTAR.




Este texto foi escrito de uma forma tão inesperada, quase psicografada, que nem tem nome,ao menos por enquanto!

5 comentários:

Beth disse...

Pode não saber pensar
mas sabe muito poetisar e falar de amor.

Que lindo!!!
Parabéns pelo teu exercicio de amar.

GiselleXL disse...

Pi!

Acho que é uma das coisas mais bonitas q eu já li nesse blog, viu?

bjin

Suellen Verçosa disse...

Acho que amar surrpeende a cada toque..
A cada olhar...

E a cada palavra!

Quem dera todos os dias fossem regados ao mais profundo amor!!!

amigo...lindo texto!

Rafael Pipoca disse...

Incrível! Muito legal o jeito como vc escreve. Gosto disso. Intenso. Essa é a palavra.
Cheguei aqui pela Confraria dos Canalhas.
Abraço.

Yasmin disse...

Vc me surpreende a cada dia

^^

TE AMO meu poeta!