quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Os caminhos

O caminho escuro e tortuoso que a vida às vezes se transforma,

Um mar sem sentido, coberto de lama e caos,
Era assim que me sentia, a felicidade não vinha de nenhuma forma,
E assim eu seguia, sem direção alguma,
Pra um caminho que já era tortuoso, eu me perdia ainda mais,
As formas eram sem sentido, os olhares em vão se perdiam,

Os obstáculos por menores que fossem,
Derrubavam-me, e no precipício que abria, eu caia.
Uma vida sem amor, não é vida,
Eu então não vivia, apenas existia.

E assim o tempo, que também me castigava foi passando,
E com ele minha esperança, que se destroçava a cada desilusão,
Você sempre foi um dos principais suportes da minha vida,
De certo, só sua amizade, e durante anos assim foi,

Mais o destino, implacável como sempre, misterioso como nunca,
Revelou-me além de uma amizade, um sentimento maior,
E veio o fervor da paixão, a tranqüilidade do amor,
E hoje, não há caminhos tortuosos, o mar se abriu,
A direção agora é uma decisão que tomamos juntos,

Eu vejo o sentido correto, e este sentido sempre é você,
Os olhares não se cruzariam em brancas nuvens,
E não passariam assim despercebidos,
Mesmo que quiséssemos, fugir seria loucura,
E o amor trouxe a lucidez que nos faltava.

O amor que não tínhamos a amizade outrora valorosa,
Sempre quer os sentimentos se cruzam assim, não há vencedor,
A derrota também não esta presente, e o futuro é o que visamos,
Juntos, vivendo este amor passaremos, e assim nada vai ser acaso,
E tudo será perdoado.

*Mais um pra você, pensando em você...

2 comentários:

Beth disse...

O que tenho perdido?
Momentos lindos e poéticos?
Percepções de um cronista?
Preciso me atualizar aqui com urgência.
Voltarei.... para ler os brilhantes textos e belos poemas.

Bjs

Suellen Verçosa disse...

Amigo...

O que mais me surpreende é a forma intensa como vives tuas paixões, amores e todas as coisas da vida!

Com um ardor..
Com sorrisos..
Com medos atropelados!

Te admiro

Sempre!

E teus escritos!
Tão preciosos (é sentimento puro)

=*